FANDOM


Matrix-revolutions-deus-ex-machina-2-george-hull

Arte conceitual do Deus Ex Machina.

"Nós não precisamos de você! Não precisamos de nada!"
—Deus Ex Machina para Neo

Deus Ex Machina[1] é a interface central da Cidade das Máquinas. Durante uma conversa com Neo ele cria um "rosto" humanóide, semelhante ao de um bebê humano, formado por um enxame de droides semelhantes a insetos voadores, que usa para se comunicar.

História Editar

Logo depois que Neo consegue passar pelas defesas da cidade no aerodeslizador Logos, ele encontra e confronta a entidade mecânica e oferece uma proposta: Em troca da remoção do programa fora de controle, Smith, as Máquinas dariam uma trégua contra Zion e a humanidade na centenário Guerra das Máquinas.

Deus Ex Machina, que refletindo sobre a intolerância que a humanidade certa vez mostrou às Máquinas, inicialmente rejeita a avaliação que Neo dá em relação a Smith, que acabará destruindo tanto a Matrix quanto a Cidade das Máquinas. No entanto, depois, Neo consegue convencer Deus da verdade.

Depois que Neo é recolocado na Matrix, Deus passa a monitorar a situação. Parece que, depois que Neo voluntariamente se permite ser assimilado por Smith, lhe ocorrem duas possibilidades que permitem a eliminação de Smith: Primeira, Smith agora está diretamente conectado ao avatar de Neo, que é uma entidade conectada via hard-line (Neo está diretamente "conectado" com o próprio Deus). Segunda, ao assimilar Neo, Smith completa o próprio propósito que ele definiu para si mesmo.

Momentos depois de Neo ser assimilado, Deus parece enviar uma enorme onda de energia através do corpo de Neo. Este "aumento" de energia presumivelmente envia um programa de exclusão que limpa o avatar de Smith/Neo e destrói todas as outras cópias do código de Smith em toda a Matrix, embora isso esteja apenas fortemente implícito e não explicitamente expresso.

Feito isso, Deus reverentemente reúne o corpo de Neo em preparação para a reinserção do Programa Prime para recarregar a Matrix. Dentro da própria Matrix, um gato preto anda calmamente em meio a chuva através dos escombros de uma rua totalmente danificada. Tremendo enquanto desaparece em códigos, e a Matrix é reiniciada, reparando a rua; o gato reaparece e dá o mesmo arrepio, referenciando uma explicação anterior para o déjà vu visto em Matrix, na cena em que Neo percebe o mesmo gato preto passando duas vezes (é explicado a Neo que o fenômeno do déjà vu na verdade é um sinal de que um "ajuste" ou "alteração" foi feita no código dentro da Matrix).

Demface color adj05

Arte conceitual do rosto de Deus Ex Machina.

O "rosto" de Deus Ex Machina é o rosto de um bebê humano, formado por milhares de pequenas voadores, semelhantes a insetos. O corpo de Deus é parecido com a metade de uma esfera com centenas de longos espinhos. Então... ele pode ser um deus, no entanto ele não é muito "bem equilibrado" em sua personalidade.

Personalidade Editar

O Deus Ex Machina foi o ser mais poderoso da Cidades das Máquinas. Sua personalidade era forte e orgulhosa. Ele compartilha com muitas outras máquinas poderosas[2] uma baixa opinião em relação a humanidade. Inicialmente ele rejeitou a ajuda de Neo antes de, finalmente, ser convencido por ele de que precisava de Neo para derrotar Smith[3].

Curiosidades Editar

  • O rosto de Deus Ex Machina baseia-se no rosto de um bebê humano, de acordo com os desenvolvedores. Os motivos disso são desconhecidos.
  • Deus ex Machina foi traduzido do latim como "deus fora da máquina"; e é um termo usado como um recurso de enredo, quando um aparente dilema é repentino e abruptamente resolvido com a intervenção artificial e inesperada de algum novo evento, personagem, habilidade ou objeto, ou seja, as máquinas ajudando Neo ou Neo ajudando as máquinas.
  • O Deus é efetivamente a "deidade" suprema da Matrix, adicionando um elemento de verdade literal ao seu nome.
  • Na dublagem em inglês de Matrix Revolutions, ele foi dublado por Kevin Michael Richardson, que também fez a voz de Thadeus em Animatrix ("Voo Final de Osíris").
  • Enquanto o Arquiteto poderia ser considerado como "deus" dentro da Matrix, Deus Ex Machina é como uma figura divina para as máquinas fora da Matrix.

Aparece em Editar

Notas Editar

  1. Este é o nome do personagem como visto diretamente nos créditos finais do filme. "Deus ex machina" significa literalmente "deus surgido da máquina". Enquanto o próprio personagem pode ser visto como para servir ao propósito literário de um deus ex machina, o nome pode ser irônico, pois o próprio Neo serve para esse propósito do ponto de vista das Máquinas: essencialmente ele é um "deus" da Matrix, criado pelas Máquinas, e é a sua presença súbita na Cidade das Máquinas, que permite às Máquinas lidarem com Smith.
  2. Como com o o Arquiteto e o Agente Smith, por exemplo
  3. Como visto em Matrix Revolutions

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.